domingo, 15 de junho de 2008

Um samba de saudades...

Ontem (14/06/08) por volta das 4 horas da manhã, o Rio de Janeiro perdia um dos seus mais ilustres filhos, Jamelão. Para falar de samba, de carnaval, e principalmente da Estação Primeira de Mangueira, não podemos ignorar a figura mais ilustre da verde e rosa. Jamelão era mais que um simples cantor, era um mito desta comunidade tão vitoriosa na principal passarela do carnaval mundial.
Graças ao sincretismo étnico, o meu gosto musical é bem eclético. E por ele passeam Cartola e o próprio Jamelão. Duas figuras carimbadas para quem quer ouvir uma boa música, ou para quem quer conhecer mais sobre a realidade do povo brasileiro.
Jamelão entra para a história como uma referência futura, algo que jamais teremos parecido, e que tão pouco as próximas gerações terão o privilégio de prestigiar. Porque pelo o andar da carruagem, o carnaval e o samba não será mais o mesmo. O talento que este sambista tinha é o que podemos comparar com Zicos, Chicos Buarque da vida...uma jóia rara genuinamente carioca!
Foram 95 anos dedicados a arte urbana, brasileira e da Mangueira!!!
Jamelão 12/05/1913 - 14/06/2008

3 comentários:

Madamefala disse...

Pena que nem metade ds pessoas que deveriam, sabem quem foi Jamelão.
bjinhos
;)

fake disse...

salve salve a estação primeira da mangueira porra!

Andréia disse...

eu li a noticia da morte dele no jornal. Triste enh?

beijos