terça-feira, 5 de agosto de 2008

Papos no divã.



Veja na íntegra a transcrição da minha última visita ao consultório de uma psicóloga (vou preservar o nome da profissional para evitar ações judiciais):
P: O que tem para falar hoje?
Eu: Quero uma mulher como a Amy Winehouse, na verdade, queria uma mulher como Marieta Severo, mas uma mistura entre as duas não seria ruim...
P: Marieta e Amy? Explique.
Eu: Gosto de mulher inteligente e ao mesmo tempo, gosto de mulheres loucas. Se a Ruth Cardoso não tivesse falecido...misturaria a Carolina Ferraz, e teria a mulher ideal!
P: E o que estas mulheres, ou melhor, sua mulher perfeita pode esperar de você?
Um sorriso amarelo, rosto vermelho e dez segundos para respirar, respondi:
Eu: Não sei. Nos últimos anos mudei muito. Não sou ciumento, nem tão pouco sou um açúcar, se é que você me entende? Confesso que já fui mais romântico, mas as mulheres de hoje em dia, não se prendem mais ao romance. Elas querem satisfação sexual e profissional. Querem estabilidade, independência e um saldo positivo no cartão de crédito.
P: Não acha que generalizou? Procure falar de você e não das mulheres, quero saber o que elas podem esperar de você!
Eu: Ah...!!! Como eu disse, já fui uma pessoa melhor, hoje preservo meu senso humanitário,
minha fé, e um coração caloroso, apesar de me frustrar constantemente, ainda acredito na amizade e nas pessoas. Mas aprendi a me dá valor, amor próprio, essas coisas! .... Bom, elas podem esperar fidelidade, e um esforço no companherismo, até porque eu acho que a relação deve ser macada pelo respeito e amizade.
P: Você consegue definir seus sentimentos? Acredita no amor?
Eu: O amor é a fonte de inspiração do homem. Sentimento abstrato com um toque divino na sua composição, eu me esforço cada dia esperando por ele...vou te falar uma coisa que sempre falo para todo mundo, eu penso que o amor entre homem e mulher, seja uma construção, cada dia você ergue alguma coisa, tem dia que você precisa derrubar uma parede, não acredito na teoria que as pessoas nascem prontas uma para outra!
P: Fale mais sobre isso.
Eu: Eu preciso dar um tempo ao meu coração, preciso ouvir a minha razão. Tantas pessoas passaram por ele, e ainda não me convenci do que falei anteriormente ( do amor ). Espero poder construir em breve...espero acordar ao lado de alguém que não seja um mero desconhecido, alguém estranho o suficiente para me "enojar"... Se me deixar falando aqui, vou falar de vocês, adoro falar de mulher, gosto desse mundo, a mulher é a perfeição da criação (um tom irônico)!!!rs
-----------------------------------------------------------------
Essa foi a parte mais interessante da conversa.
Obs: Interessadas e candidatas, favor olhar os pré-requisitos em algum post perdido com o título "procura-se", lá o perfil da mulher ideal se econtra descrito com clareza e sentido!!!

7 comentários:

fake disse...

tua cara mesmo

Andréia disse...

vc quer uma Amy? tá doida ela só vai te dar gastos com botecos traficantes e clinicas de reabilitação..rsrsrs

Boa sorte ae c a sua procura...

beijokas

Gabi disse...

kakaka David acho q qr alguém como vc, inteligente e louco...
Sobre o romance eu concordo, em partes..particularmente tenho "medo" de homens românticos, sempre parece ser uma "isca", nos envolvem e...o final pode variar...se conseguem oq queriam, carta descartada..ou romantismo se perde com o tempo e só nos resta frustração...kakakakka
To brincando eu não penso assim, minha mãe me ensinou isso(culpa do meu pai!) q triste!!

Gabi disse...

"Eu encontrei-a quando não quis
mais procurar o meu amor
E quanto levou foi pr'eu merecer..."

fran pontes disse...

olha, é a primeira vez que eu posto aqui, mas essa vez mereceu um comentário.
você é exatamente como eu pensava antes de eu pensar aquilo tudo de você e também não muito diferente depois de todo aquele "nada" também.
incrível.

:)

Anônimo disse...

É impressionante o medo que o ser humano tem de se arriscar no óbvio.. Talvez seja medo de si mesmo.. Ás vezes podemos nos surpreender com o que não nos inspira algo explosivo de cara.. "laisser fair"

Fernanda Venâncio disse...

Tô adorando seu blog David!
Pretendo visitar e comentar mais vezes...
Gostaria de ratificar o comentário do anônimo acima.

é "Laisser Faire" deixar fazer.