sexta-feira, 20 de novembro de 2009

A queda.



Essa semana foi marcada pela comemoração dos vinte anos da queda do muro de Berlin. Fato a ser comemorado, tanto pela história que envolve, quanto pela representação que foi.
Mas não podemos esquecer que os maiores muros estão erguidos dentro nós mesmos! Estes muros internos, não desmoronam como o concreto lá de Berlin.
A humanidade precisa caminhar a passos largos para um convicção de que as diferenças existem, e é necessária a vivência harmoniosa entre os habitantes deste planeta.
A ideologia precisa ser voltada para o bem, voltada para o existêncialismo humano! Precisamos superar este atraso e viver aprendendo a dividir o pão.
Numa guerra sem vencedores e perdedores...é onde queremos estar! A guerra do bem, do amor e da paz, contra fome, contra as desigualdades sociais e comportamentais. Nós podemos revolucionar o mundo, escrever uma nova história. Precisamos sair de cima do muro!

Foto: internet

6 comentários:

Madamefala disse...

Me lembrou um livro que li do David Lynch...tinha um capítulo intitulado: os perdedores e outro os vencedores.
Complicado o livro td mas bem interessante.

e no mundo de hj alguém divide nada, só se for problema.As pessoas só lembram as outras no momento de angústia.

beijo.

fake disse...

meu muro tá erguido como nunca antes na história deste país

Anônimo disse...

você escreve tão bem

:****

Margareth Bruno disse...

eu acho que já te olhei...

quando vc estará na fafic?

sabrina disse...

Você derrubou um muro esta semana! =)

Margareth Bruno disse...

Legal! Sábado estarei no Jardim! Se possível apareça lá! Abraços